A pílula do dia seguinte é considerada por médicos e cientistas como um contraceptivo de emergência, no entanto  existem muitas controvérsias e discussões polémicas a respeito do assunto, uma vez que muitas entidades de cultura religiosa e associações em defesa da vida e contra o aborto consideram a pílula do dia seguinte como uma forma abortiva disfarçada. Essa teoria é rechaçada pelos médicos, que afirmam que a pílula do dia seguinte funciona somente se ingerida até 72 horas depois da relação sexual.

pilula-do-dia-seguinte-3

Eficácia da Pílula do Dia Seguinte

A pílula do dia seguinte é um método anti-concepção que deve ser ingerido preferencialmente antes de completar 12 horas depois da relação e até no máximo 72 horas depois da relação sexual, passado este prazo ele se torna ineficaz, ou seja, não terá mas nenhum efeito sobre uma possível gravidez. Atenção que são duas doses do remédio, a segunda dose deve ser tomada 12 horas após a primeira dose.

pilula-do-dia-seguinte-01

Para quem têm duvidas a respeito da eficiência da pílula do dia seguinte, os cientistas afirmam que sua capacidade de acção está vincula ao menor espaço de tempo entre a relação sexual e a ingestão da pílula, assim:

  • até 24 horas depois da relação as chances de evitar a gravidez são de 95%;
  • de 25 a 48 horas depois da relação a eficácia diminui para 85%;
  • de 49 a 72 horas depois sua eficácia cai para menos de 50%.

Assim a pílula do dia seguinte não é 100% garantida, nem mesmo sendo ingerida dentro das 12 primeiras horas, nesse período de cada 100 mulheres que fazem uso do medicamento 5 engravidam. É importante ressaltar que a pílula do dia seguinte, só tem efeito posterior a relação sexual, assim como não terá efeito por exemplo para duas ou três relações sexuais, pois ela serve para prevenir a gravidez que pode ter ocorrido no dia anterior e nunca a que virá a ocorrer.

pilula-do-dia-seguinte-02

Quando Usar?

Discussões a parte, o fato é que a pílula do dia seguinte é um eficiente contraceptivo, que deve ser tomado somente em casos específicos e esporádicos, quando não foi usado nenhum outro metido contraceptivo ou mesmo quando por acidente a camisinha estourou, ela não deve, sob hipótese nenhuma, substituir os métodos contraceptivos regulares e de rotina. A eficácia da pílula do dia seguinte é maior quanto mais rapidamente for tomada depois da relação, e proporcionalmente menor quanto mais tempo se passar e quanto mais comum for seu uso. As mulheres que usam a pílula do dia seguinte até 24 horas depois da relação, e que fazem uso do método esporadicamente, a sua eficácia chega a se de 95%.

pilula-do-dia-seguinte-1

A pílula do dia seguinte é um anti-contraceptivo de emergência e só deve ser utilizado por mulheres que tiveram algum acidente, furaram a camisinha, ou estavam desprotegidas naquele dia e em período fértil, ela NÃO deve ser utilizada regularmente a cada situação, pois cada comprimido tem o efeito hormonal de 10 comprimidos anticoncepcionais em média, ou seja, é uma bomba de hormônios no organismo da mulher que pode, com certeza apresentar efeitos colaterais posteriores, assim ela foi desenvolvida como uma medida de emergência.

Efeitos Colaterais da Pílula do Dia Seguinte

Os médicos quando receitam a pílula para suas pacientes avisam que um dos efeitos colaterais comuns e imediatos é o vomito e a diarreia, e no caso de se manifestarem esses sintomas na primeira meia hora depois da ingestão da pílula ela deve ser tomada novamente. Outros efeitos colaterais normais são alteração no ciclo menstrual, dor de cabeça, náuseas e sensibilidade nos seios decorrentes da alta dose de hormônio contida nas pílulas. Quanto a alteração do ciclo menstrual essa deverá perdurar por diversos meses, ficando muito difícil calcular o período fértil da mulher nos meses seguintes ao uso da pílula. As pessoas que tem maior sensibilidade orgânica devem solicitar ao médico um remédio contra enjoo para ser tomado junto.

pilula-do-dia-seguinte-03

Como Saber se Deu Certo

Uma das maiores duvidas de quem usa a pílula do dia seguinte é quanto a sua eficácia no seu caso ou não, e a maioria das mulheres fica muito ansiosa até que venha a sua menstruação, no entanto não existe maneira de prever se a pílula evitou a gravidez ou não, a não ser realizando exame de sangue que devem ser realizados se após três semanas a menstruação não houver decido. Os exames de farmácia são ineficazes nesse caso porque podem ter seu resultado alterado pela grande quantidade de hormônio no organismo da mulher. O atraso na menstruação é normal depois do uso da pílula, depende do organismo de cada pessoa, assim não existe uma forma certa de saber se a pílula teve o resultado desejado a não ser aguardar fazer o exame de sangue no prazo de 3 semanas, se necessário.

pilula-do-dia-seguinte-04

A Pílula é Abortiva?

Um último esclarecimento sobre a pílula do dia seguinte é com relação a polémica questão dela ser ou não abortiva. O efeito da pílula é dificultar a passagem do espermatozóide pelo colo do útero e depois impedir sua fixação na parede do ovário, assim ele não é abortivo pois não deixa a gravidez acontecer. Isso explica o porque o método é tão mais eficaz quanto mais cedo for utilizado.

Não Deu Certo, Engravidei. E Agora?

Uma das grandes dúvidas que afligem as pessoas que usam a pílula do dia seguinte e mesmo assim a gravidez ocorre é se há algum risco para a saúde delas ou para o bebé feliz que conseguiu vir ao mundo. A resposta dos médicos é clara nesse sentido afirmando que não há nenhum registo de que algum problema já tenha acontecido ou possa a vir acontecer, o efeito da pílula do dia seguinte é somente evitar a fixação do óvulo fecundado no ovário não actuando sobre sua formação, portanto em caso de necessidade ela pode ser tomada com segurança.

Nosso Pitaco

Evitar a gravidez não planeada é um dos problemas da modernidade, mas quando abordamos este tema muitos outros vem a tona, e entre eles o principal é o sexo sem protecção e o risco das doenças sexualmente transmitidas – as temidas DST.  As relações sexuais cada vez mais precoces e descomprometidas, mais do que um problema moral, ético ou familiar, também são um problema de saúde pública, representado pelos altos índices de DSTs que podem levar seus portadores até a morte, como é o caso da SIDA, e muitas outras doenças que afretam mulheres e homens, que são transmitidas através das relações sexuais sem protecção. Por este motivo que tem se desenvolvida diversas campanhas nacionais incentivando o uso de camisinha, especialmente em épocas como o Carnaval e outras festas e eventos populares.

pilula-do-dia-seguinte-2A consciencialização através de programas educacionais nas escolas, com certeza é a melhor forma de tratar esse assunto, tornando os jovens responsáveis efectivamente pelo uso de seu corpo. A pílula do dia seguinte pode ser um método eficiente e correto para adultos depois de algum problema com a camisinha por exemplo, ou outro contratempo, mas não deve ser utilizada de forma irresponsável e sem compromisso, como solução de todos os problemas.

Reportagem do Fantástico Sobre a Pílula do Dia Seguinte

Opinião de Especialista e Esquema de Como Funciona a Pílula do Dia Seguinte