Menstruação atrasada ou atraso menstrual nem sempre significa gravidez.

Algumas vezes as mulheres têm problemas nos ciclos menstruais como atraso menstrual, menstruar com muita frequência, ter sangramento menstrual imprevisto ou até mesmo ter menstruação dolorosa.

Quando a menstruação não é provocada pela gravidez, o atraso e outros problemas menstruais podem ser sinal de coisa mais séria.

Existem vários problemas de saúde que podem causar irregularidades na menstruação (atraso menstrual), veja alguns:

Amenorréia

Amenorréia significa ausência de menstruação e pode ser classificada em primária ou secundária.

A Amenorréia primária é aquela que ocorre de forma esporádica, enquanto que a amenorréia secundária é a ausência de menstruação por um período maior do que 3 meses em mulheres que anteriormente já apresentaram ciclos menstruais normais.

As amenorréias, tanto primária quanto secundária, necessitam avaliação médica. Seu médico saberá o momento em que deve ser iniciada essa investigação.

Em pacientes que já apresentaram menstruações, muitas vezes não é necessário aguardar 3 meses para que se realize a investigação e o tratamento da amenorréia. A maioria das mulheres procura o seu médico quando a menstruação atrasa alguns poucos dias. A investigação do atraso menstrual e da amenorréia secundária é semelhante.

Em mulheres com vida sexual ativa e em idade reprodutiva a causa mais comum de amenorréia (e de atraso menstrual) é a gravidez.

Podem acontecer devido a várias causas, como por exemplo a utilização de fármacos, gravidez, stress, tumores no sistema nervoso central (ex. tumor hipersecretante prolactina). Também há a informação de que mulheres atletas tendem a ter amenorréia numa freqüência maior do que mulheres que não praticam esportes.

Oligomenorréia

São ciclos menstruais irregulares e infreqüentes. Assim como a amenorréia, a oligomenorréia não é uma doença por si mesma, mas sim o sintoma de alguma condição.

Por exemplo, muitas mulheres com síndrome dos ovários policisticos podem ter oligomenorréia.

Insuficiência Ovariana Prematura

A Insuficiência Ovariana Prematura consiste na incapacidade dos ovários em manterem seu funcionamento normal em pacientes com menos de 40 anos de idade.

As mulheres com insuficiência ovariana prematura podem não menstruar ou ter a menstruação irregular.

Embora a gravidez em mulheres com insuficiência ovariana prematura seja difícil, ela é possível. Não há tratamento comprovado para fazer com que os ovários voltem a funcionar normalmente.

Porém, terapia de reposição de estrogênio dá à mulher esse e outros hormônios que seu organismo não está fabricando e pode ajudar a regularizar o ciclo menstrual e diminuir o risco de osteoporose.

Fibrose uterina

A fibrose uterina é o tipo de tumor não-cancerígeno mais comum em mulheres em idade fértil. A maioria das mulheres com fibrose uterina não tem problemas com fertilidade e podem engravidar.

Porém, alguma mulheres com fibrose uterina podem não ser capazes de engravidar naturalmente. As mulheres com fibrose uterina que não apresentam sintomas podem não necessitar de tratamento.

Algumas podem ter menstruação pesada ou sangramentos no meio dos períodos menstruais.

Medicamentos podem geralmente aliviar muitos dos sintomas da fibrose uterina, como a dor, e podem até diminuir ou parar seu crescimento. Há vários tipos de cirurgias para remover a fibrose uterina.

Endometriose

A endometriose ocorre quando tecidos que geralmente crescem dentro do útero passam a crescer fora dele.

A endometriose pode causar dor antes e durante os primeiros dias do ciclo menstrual. Em torno de 30 a 50% das mulheres com endometriose são inférteis, fazendo com que esta seja uma das 3 principais causas de infertilidade feminina. Mulheres com endometriose também pode ter menstruação pesada.

Há várias formas de tratar a dor, incluindo analgésicos, terapia hormonal e cirurgia. Também há alguns tratamentos para a infertilidade associada à endometriose.

Dismenorréia

A dismenorréia refere-se à menstruação dolorosa, incluindo cólicas menstruais severas.

Geralmente essa condição não é séria, embora possa algumas vezes ser causada por infecção, endometriose ou cisto no ovário.

Dor na menstruação pode algumas vezes ser aliviada usando bolsas quentes ou tomando banho morno.

O médico pode receitar pílula anticoncepcional para tornar a menstruação menos dolorosa.

Fonte: Gestantes